O que é e como funciona o Design thinking.

Por 11/07/2018
O que é e como funciona o Design thinking.

Pensando como um designer

Definir o que é design pode ser uma tarefa complicada até mesmo para os estudiosos da área. Uma forma bem simplista de se colocar a profissão é definindo o cerne da atividade de um designer: Projetar soluções. Não importando se estas são visuais, conceituais ou ergonômicas. O importante é que o design é uma forma de criação e visualização sistemática que usa de intenção e criatividade. Se o modo de pensar do design for transportado para os negócios, temos o design thinking.

O que é design thinking?

Dizer que design thinking é “pensar como um designer” ainda é uma colocação excessivamente abstrata. Podemos determinar então que esta prática trata de seguir processos comuns à profissão, como brainstormings e prototipagem. Isto nos aproxima de uma imagem mais completa, mas ainda é algo vago. Para realmente entendermos esta técnica devemos pensar na experiência do usuário em primeiro lugar.

Pois é na interação do público-alvo com o seu serviço ou produto que esta técnica se mostrará útil. Em resumo, utilizando ferramentas e métodos do design, a sua organização tratará de integrar as pessoas com o qual pretende lidar. Trata-se, portanto, de um investimento na experiência humana. Assim como no design, o seu grande objetivo deverá ser projetar soluções.

Onde foi criado?

Quem trabalha com tecnologia ou acompanha as novidades da área conhece bem o vale do silício. A região, onde se situam grandes empresas do setor, é naturalmente um polo de inovação. E foi justamente lá que o design thinking como ferramenta para negócios se difundiu. A dupla David Kelly e Tim Brown popularizou esta ideia através de sua empresa, a IDEO. A organização é focada em design e consultoria em inovação.

Como funciona

O processo do design thinking deve envolver pelo menos estas quatro etapas:

  • Imersão
  • Ideação
  • Prototipação
  • Desenvolvimento.

Nestas etapas deve-se entender uma demanda, criar uma solução, testar a criação, e finalmente, aplicar o que foi feito. Em geral este é um trabalho a ser feito em grupo, mas também deve haver um forte uso de feedback. A partir da interação com o seu público devem ser levantadas soluções empáticas para resolver as “dores” destes clientes. Os trabalhos serão divididos entre quatro e sete etapas a depender do autor consultado.

Etapas primárias do design thinking

Como já mencionamos, primeiro é preciso haver imersão. É aqui que será criada uma empatia com o público a fim de compreender as suas necessidades. Ou seja, é onde serão identificadas as insatisfações do presente para que um trabalho seja feito para o futuro. Trata-se de um cuidado que posteriormente poderá aumentar a percepção de valor da sua organização.

Quando é iniciada a etapa da ideação são levantadas as hipóteses de solução da questão a ser trabalhada. É através de técnicas como o brainstorming que se começará a pensar nos “e se” que podem atender aos clientes. Na prototipação é preciso levar suas hipóteses um nível adiante, colocando-se no lugar do cliente. Pois é o momento em que serão identificados os possíveis problemas que podem ser enfrentados pela solução imaginada. Testando as suas premissas é possível aprender sem grandes custos.

Etapas de desenvolvimento e implantação

Uma vez que o protótipo se mostre minimamente viável a sua solução poderá ser lançada. Mas este ainda é um estágio de desenvolvimento, logo recolher feedback é o maior objetivo da sua empresa neste momento. Tenha em mente que a implantação é também uma grande oportunidade de aprendizagem.

O papel do cliente é fundamental neste processo, pois ele será cocriador da sua solução. Pois é a partir desta interação que os pontos fracos do seu produto ou serviço poderão ser corrigidos.

Conclusão

Se analisarmos o impacto de se implantar o design thinking nas organizações, algumas conclusões importantes podem ser tiradas. Primeiro, esta é uma ferramenta que vai ajudar a sua empesa a atuar de forma inovadora no mercado. O que se constitui em um diferencial competitivo que jamais pode ser menosprezado.

Igualmente importante é a percepção de valor que é gerada, fator este que melhora a sua relação com os clientes. Sabemos também que o mercado atual está cada vez mais competitivo. Assim, implantar a cultura da inovação e manter uma marca forte na percepção do público é um caminho para o sucesso. O design thinking é um método que permite a realização destes objetivos de forma eficaz.

Artigos relacionados

COMENTÁRIOS


© Copyright 2018 - Todos direitos reservados a Harpia Propaganda