Dicas para segmentação de conteúdo

Por 11/04/2017
Dicas para segmentação de conteúdo

Que a criação de conteúdo é uma etapa importante do marketing digital, todo mundo que tenha lido o básico sobre o assunto sabe. Entretanto, o conteúdo por si só não é o suficiente para garantir a geração de Leads para seu web site. Se você está produzindo conteúdo otimizado para SEO há muito tempo e não está obtendo os resultados almejados, é hora de sentar, respirar e rever suas técnicas de segmentação. Será que você está visando o público-alvo correto e, caso afirmativo, será que está buscando os melhores caminhos para isso?

1) Conheça o funil de vendas

Também chamado de pipeline, o funil de vendas é uma estrutura que serve para emular cada uma das etapas do seu cliente até chegar à compra (ou no fechamento do contrato, dependendo da área de atuação da sua empresa). O funil possui três níveis: o topo, o meio e o fundo ou final. Se você já viu um funil, deve se lembrar que topo é a parte mais larga, em que passam quantidades maiores. No topo do funil, passa um grande número de visitantes que entram em seu site sem fazer ideia da sua demanda, produto ou serviço. É preciso criar maneiras de tornar esse usuário em um cliente, conduzindo-o até o fim do funil. No marketing digital, a ideia é gerar Leads para alcançar seu objetivo. Quando falamos em content marketing, sobretudo em produção de conteúdo, estamos falando dessa etapa do funil.

O meio do funil representa a etapa em que o cliente já sabe que quer ou precisa do seu serviço, mas ainda não está totalmente certo se irá contratá-lo, Por fim, no fundo do funil, o cliente segue por um caminho decisivo, compara empresas e decide em qual delas realizará sua compra – e a realiza. O objetivo é que a tal empresa seja a sua. Pense na estrutura do funil de vendas na hora de criar conteúdo. Comece a bolar uma estratégia que conduza o cliente para as próximas etapas do funil. Se você quer vender, não crie conteúdo apenas por criar.

2) Defina a persona

Para segmentar um conteúdo de forma que conduza a pessoa através do funil, no entanto, você precisa conhecê-la. Em marketing digital, não importa apenas o público-alvo. Segmentar conteúdo não é meramente definir que seus posts precisam atingir, digamos, mulheres de 35 a 60 anos que não querem desenvolver rugas. Isso não é o suficiente. E é aí que entra a persona.

A persona (também conhecida como buyer persona) é uma espécie de personagem hipotética criada para facilitar a segmentação de conteúdo da sua empresa. É a personalidade do cliente ideal a ser levado pelo funil de vendas. Você precisa criar uma persona e criar conteúdo para ela.

No nosso exemplo, a persona seria Sílvia Pereira, diretora de uma escola particular, divorciada, mãe de dois filhos adolescentes. Gosta de arte e cultura, vai regularmente ao cinema, cuida de sua saúde e pratica esportes como um estilo de vida. Se alimenta bem, é vaidosa e preza por tempo para si mesma. Reserva uma parte do orçamento mensal para comprar roupas, maquiagens e outros produtos estéticos. Voilá! Definindo uma persona, você tem muito mais embasamento para produzir seu conteúdo e solidifica sua segmentação, obtendo os resultados almejados.

Artigos relacionados

COMENTÁRIOS


© Copyright 2016 - Todos direitos reservados a Harpia Propaganda